BBC HD - Planeta Humano Ep. 01: Oceanos [Parte 5/5]

Verdes são os campos, José Afonso

Alentejo

VILA DO TORRÃO

Video Palestra Marcos Sousa - Sonhe e voe!.wmv

PLANETA HUMANO

SALEMA


  Salema
Uma herdade no  Baixo Alentejo: pequeno povoado a que chamavam Salema de Baixo. 
Foi onde minha mãe me deu a vida e a sua vida perdeu. Recordações  dos cinco anos, que sempre ficam na mente, e nela prevalecem pela vida.
      


      

cid:49F0896EC11A415AAC55C52524CEE626@SeverinoPC             Fernando pessoa

"Um dia a maioria de nós irá separar-se.
Sentiremos saudades de todas as conversas atiradas fora,
das descobertas que fizemos, dos sonhos que tivemos,
dos tantos risos e momentos que partilhámos.
Saudades até dos momentos de lágrimas, da angústia, das
vésperas dos fins-de-semana, dos finais de ano, enfim...
do companheirismo vivido.
Sempre pensei que as amizades continuassem para sempre.

Hoje já não tenho tanta certeza disso.
Em breve cada um vai para seu lado, seja
pelo destino ou por algum
desentendimento, segue a sua vida.
Talvez continuemos a encontrar-nos, quem sabe... nas cartas
que trocaremos.
Podemos falar ao telefone e dizer algumas tolices...
Aí, os dias vão passar, meses... anos... até este contacto
se tornar cada vez mais raro.
Vamo-nos perder no tempo...
Um dia os nossos filhos verão as nossas fotografias e
perguntarão:
Quem são aquelas pessoas?
Diremos... que eram nossos amigos e... isso vai doer tanto!

- Foram meus amigos, foi com eles que vivi tantos bons
anos da minha vida!
A saudade vai apertar bem dentro do peito.
Vai dar vontade de ligar, ouvir aquelas vozes novamente...
Quando o nosso grupo estiver incompleto...
reunir-nos-emos para um último adeus a um amigo.
E, entre lágrimas, abraçar-nos-emos.
Então, faremos promessas de nos encontrarmos mais vezes
daquele dia em diante.
Por fim, cada um vai para o seu lado para continuar a viver a
sua vida isolada do passado.
E perder-nos-emos no tempo...
Por isso, fica aqui um pedido deste humilde amigo: não
deixes que a vida
passe em branco, e que pequenas adversidades sejam a causa de
grandes tempestades...
Eu poderia suportar, embora não sem dor, que tivessem
morrido todos os meus amores, mas enlouqueceria se morressem
todos os meus amigos!"


                                                          Fernando pessoa
      
"O valor das coisas não está no tempo em que elas duram,
mas na intensidade com que acontecem
Por isso existem momentos inesquecíveis,
coisas inexplicáveis e pessoas incomparáveis"
 Fernando Pessoa

PIERRE E MARIA CURIE

Pierre e Marie Curie          

Casal de físicos franceses. Tornam-se célebres pela descoberta do fenômeno da radioatividade.
 Pierre Curie (15/5/1859-19/4/1906) nasce em Paris, onde se dedica ao estudo da calorimetria e da
 cristalografia e revela o princípio da piezeletricidade.

Como supervisor da Escola de Física e Química, em 1882, passa a pesquisar o magnetismo.
 Suas descobertas nesse campo são conhecidas como Lei de Curie. Marie Sklodowska Curie
 (7/11/1867-4/7/1934) nasce na Polônia e em 1891 emigra para a França, onde estuda física,
 química e matemática na Universidade de Paris. Casa-se com Pierre Curie em 1895.

Pierre e Marie CurieO casal recebe o Prêmio Nobel de Física em 1903 pela descoberta da radioatividade,
 três anos depois de identificar os elementos radioativos polônio e rádio. Pierre é nomeado professor da
 Universidade de Paris em 1904 e começa a pesquisar os raios X e sua aplicação na medicina.

Após sua morte, em 1906, vítima de atropelamento, Marie dá continuidade aos estudos sobre os raios X
 e substitui o marido na universidade. Marie Curie ganha seu segundo Prêmio Nobel, o de Química, em 1911,
 pelo isolamento do rádio puro. Em 1932 funda o Instituto do Rádio. Retirado do Sitio: http://www.algosobre.com.br/biografias/pierre-e-marie-curie.html
 


PABLO NERUDA

ODE À CEBOLA


Cebola,
luminosa redoma,
pétala a pétala
formou-se a tua formosura,
escamas de cristal te acrescentaram
e no segredo da terra sombria
arredondou-se o teu ventre de orvalho.
Sob a terra
deu-se o milagre
e quando apareceu
teu rude caule verde,
e nasceram
as tuas folhas como espadas no horto
a terra acumulou seu poderio
mostrando a tua nua transparência,
e como em Afrodite o mar distante
duplicou a magnólia
levantando-lhe os seios,
a terra
fez-te assim,
cebola,
clara como um planeta,
e destinada
a reluzir,
constelação constante,
redonda rosa de água,
sobre
a mesa
dos pobres.

Generosa
desfazes
teu globo de frescura
na consumação
fervente do cozido,
e o girão de cristal
ao calor inflamado do azeite
transforma-se em ondulada pluma de ouro.

Recordarei também como a tua influência
fecunda o amor da salada
e parece que contribui o céu
dando-te a fina forma do granizo
a celebrar a tua luz picada
sobre os hemisférios de um tomate.
Mas ao alcance
das mãos do povo,
regada com azeite,
polvilhada
com um pouco de sal,
matas a fome
do jornaleiro no duro caminho.
Estrela dos pobres,
fada madrinha
envolta
em delicado
papel, tu sais do solo,
eterna, intacta, pura
como semente de astros,
e ao cortar-te
a faca de cozinha
sobe a única lágrima
sem mágoa.
Fizeste-nos chorar mas sem sofrer.
Tudo o que existe celebrei, cebola,
mas para mim és
mais formosa que um pássaro
de plumas ofuscantes,
és para os meus olhos
globo celeste, taça de platina,
baile imóvel
de anémona nevada

e a fragância da terra inteira vive
na tua natureza cristalina.

(tradução de José Bento, in Antologia de Pablo Neruda, editorial Inova, 1973 - As mãos e os frutos)


FEITOS CELEBRES


 Amato Lusitano

Amato Lusitano foi o nome pelo qual a Europa renascentista conheceu
 o ilustre médico português de ascendência judaica, João Rodrigues,
 cujos principais passos biográficos se conhecem através das suas próprias obras.

Além das obras publicadas, o médico português ficou conhecido por
 descobrir o processo de circulação do sangue e por identificar e descrever
 pela primeira vez as válvulas venosas.

Amato Lusitano foi responsável por curar a irmã do Papa Júlio, por assistir
 o embaixador do imperador Carlos V, Diego de Mendoza e por tratar do estado
 de saúde do próprio papa, entre outras personalidades ilustres, durante o
 tempo em que viveu em Itália.

A sua experiência médica foi publicada na obra Curationum Medicinalium
 (Veneza, 1557-1560; Lion, 1580), antes e depois da sua morte.



DESEJOS VÃOS

Eu queria ser o Mar de altivo porte
Que ri e canta, a vastidão imensa!
Eu queria ser a Pedra que não pensa,
A pedra do caminho, rude e forte!
Eu queria ser o Sol, a luz imensa,
O bem do que é humilde e não tem sorte!
Eu queria ser a árvore tosca e densa
Que ri do mundo vão e até a morte!
Mas o Mar também chora de tristeza ...
As árvores também, como quem reza,
Abrem, aos Céus, os braços, como um crente!
E o Sol altivo e forte, ao fim de um dia,
Tem lágrimas de sangue na agonia!
E as Pedras ... essas ... pisa-as toda a gente! ...
Florbela Espanca

Momentos

Gifs e Imagens Para seu Orkut

MAR

  O Mar acalma

as minhas revoltas
As ondas borbulham
como notas soltas
Oceano de Amor
Imenso
Profundo
estrelas do mar
iluminando o Mundo
A Lua sorri
ao Mar companheiro
Cheia
grandiosa
sem ela
ele não é nada
não existem marés
e Ela vaidosa
sente que tem
o Mar
A seus pés

 Amor de Mãe 

Ela me deu o alimento quando eu estava com fome;
Ela me deu atenção quando eu precisava;
Ela me consolou quando eu precisei chorar;
Ela brigou comigo quando eu fiz algo de errado;
Ela me mostrou o caminho em que eu deveria andar;
Ela me abraçou quando estava com frio; 
Ela me beijou quando precisava de carinho
É por essas e outras que hoje eu declaro o meu amor pela
mulher mais linda do mundo...
 Minha Mãe.

DE JOELHOS

“Bendita seja a Mãe que te gerou.”
Bendito o leite que te fez crescer
Bendito o berço aonde te embalou
A tua ama, pra te adormecer!
Bendita essa canção que acalentou
Da tua vida o doce alvorecer ...
Bendita seja a Lua, que inundou
De luz, a Terra, só para te ver ...
Benditos sejam todos que te amarem,
As que em volta de ti ajoelharem
Numa grande paixão fervente e louca!
E se mais que eu, um dia, te quiser
Alguém, bendita seja essa Mulher,
Bendito seja o beijo dessa boca!!
 

A maior dor...


"A maior dor na vida não é morrer, mas ser ignorado.
É perder alguém que nos amava e que depois deixou de se importar.
É sermos deixados de lado por quem tanto nos apoiava.
É constatar que esses são os resultados das nossas negligências.

A maior dor na vida não é morrer, mas ser esquecido.
É ficar sem um cumprimento após uma grande conquista.
É não ter um doce amigo telefonando só pra dizer "olá".
É ver a indiferença num rosto quando abrimos nosso coração.

O que muito dói na vida é ver aqueles que foram nossos amigos
e colegas sempre muito ocupados quando precisamos de alguém
para nos consolar e ajudar a reerguer o nosso espírito.
É quando parece que nas aflições sobramos somente nós
nos importando com nossas tristezas.

Muitas dores nos afectam, mas isso pode não ser tão pesado
se formos mais presentes e atenciosos: Cada um de nós tem
um papel para desempenhar no teatro que chamamos vida.

Cada um de nós tem o dever de dizer aos amigos que são importantes.

Se você não se importa com seus companheiros de jornada, você não será punido:
Apenas acabará simplesmente ignorado ... esquecido ... exactamente como faz com eles .
A Música                     

  

Deixe sua imaginação soltar ...
 e acompanhe a evolução da música
com o decorrer do texto e se sinta
realmente vivendo este momento.

Que mistério é este que se junta ao perfume,
e nos transporta pelo túnel do tempo?
Que mistério é este
Que arranca de dentro do meu
coração as palavras que escrevo
ao ouvir esta música ...?

Que mistério é este
Que não importa a época em que
foi criada, mas sim o sentimento
que transmite a cada um de nós...

Que ao ouvirmos os primeiros acordes,
nossas mentes identificam alguém,
uma época, um dia, um momento,
um ... prazer

Que nos faz viajar, que nos hipnotiza,
que nos embriaga no momento em que a
evolução da melodia atinge seu ápice...

Que forma um balé de sonhos
à nossa volta...com nuances de uma
sobrenatural e interminável viagem..

Que arranca de dentro do
meu coração as palavras que
escrevo ao ouvir esta música ...?

com o vento forte batendo em meu rosto
que agita minhas roupas esvoaçantes...
querendo me levar consigo tentando a
todo custo tirar este momento mágico
e inebriante da minha vida.

Para logo em seguida, cair suavemente
ao chão em pranto de emoção-adormecer
ali mesmo ao som das ondas batendo nas rochas ...
sonhar com a felicidade presente
Só acordar quando realmente a encontrar.

do alto ... contemplar
sua majestade o MAR !
Com todo o seu mistério, beleza,
e grandeza. Só acordar quando
realmente a encontrar..
Num momento de
Grande Paz !

Publicado por:
IldaCarol



         
 BONS AMIGOS

Abençoados os que possuem amigos,
os que os têm sem pedir.
Porque amigo não se pede,
não se compra, nem se vende.
Amigo a gente sente!

Benditos os que sofrem por amigos,
os que falam com o olhar.
Porque amigo não se cala,
não questiona, nem se rende.
Amigo a gente entende!

Benditos os que guardam amigos,
os que entregam o ombro pra chorar.
Porque amigo sofre e chora.
Amigo não tem hora pra consolar!

Benditos sejam os amigos que acreditam na tua verdade
ou te apontam a realidade.
Porque amigo é a direção.
Amigo é a base quando falta o chão!

Benditos sejam todos os amigos de raízes, verdadeiros.
Porque amigos são herdeiros da real sagacidade.
Ter amigos é a melhor cumplicidade!

Há pessoas que choram por saber que as rosas têm espinho,
Há outras que sorriem por saber que os espinhos têm rosas!

 Machado de Assis



Viver no campo

Não tenho ambições nem desejos
Ser poeta não é ambição minha
É a minha maneira de estar sozinho

Da minha aldeia vejo quanto da terra
se pode  ver do universo
Por isso a minha aldeia é tão grande
como outra terra qualquer
Porque eu sou do tamanho do que vejo
E não do tamanho da minha altura.

A mim ensinou-me tudo.
Ensinou-me a olhar para as coisas
Aponta-me todas as coisas que há nas flores
Mostra-me como as pedras são engraçadas
Quando a gente as tem nas mãos
E olha devagar para elas.

Fernando Pessoa


A lenda do beijo  
Até quando...não sei
Morro de amores por ti,
Pois por ti me apaixonei...
Envolvida nos braços teus,
Nossos lábios se encontraram,
Anjos desceram do céu
E ali nos abençoaram,,,
Beijos que não são "Lenda",
São reais e apaixonados,
Tornam-se uma contenda,
Quando viram mais molhados,
E se o beijo é uma lenda,
Teus lábios não o são,
Eles foram aquela prenda,
Que prenderam meu coração
Publicado por TEXTOS DIVERSO

Descobrimos que beijar uma pessoa para esquecer outra, é bobagem.Você não só não esquece a outra pessoa como pensa muito mais nela...Um dia nós percebemos que as mulheres têm instinto "caçador" e fazem qualquer homem sofrer ...Um dia descobrimos que se apaixonar é inevitável...Um dia percebemos que as melhores provas de amor são as mais simples...Um dia percebemos que o comum não nos atrai...Um dia saberemos que ser classificado como "bonzinho" não é bom...Um dia perceberemos que a pessoa que nunca te liga é a que mais pensa em você...Um dia saberemos a importância da frase: "Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas..."Um dia percebemos que somos muito importante para alguém, mas não damos valor a isso...Um dia percebemos como aquele amigo faz falta, mas ai já é tarde demais...Enfim...Um dia descobrimos que apesar de viver quase um século esse tempo todo não é suficiente para realizarmos todos os nossos sonhos, para beijarmos todas as bocas que nos atraem, para dizer o que tem de ser dito...O jeito é: ou nos conformamos com a falta de algumas coisas na nossa vida ou lutamos para realizar todas as nossas loucuras...Quem não compreende um olhar tampouco compreenderá uma longa explicação. Mário Quintana