POR QUE OS ALIMENTOS SALGADOS PROVOCAM SEDE?

   

POR QUE OS ALIMENTOS SALGADOS PROVOCAM SEDE?

Quando as proporções de sal no organismo são demasiadamente altas, a parte do cérebro que controla essa atividade envia mensagens do seu ”centro de sede”, provocando a necessidade de beber. É um reflexo que os donos de bar conhecem muito bem; por isso, vendem também amendoim salgado e batata frita.

Na realidade, esse mecanismo é muito importante para informar o cérebro de que não existe água suficiente no corpo, pois, quando os níveis dos fluidos são baixos, os sais solúveis ficam muito mais concentrados, estimulando assim o cérebro a ingerir mais água.

Do mesmo modo que provoca a sede, o cérebro também ajusta a função dos rins através da secreção do hormônio chamado HAD (hormônio antidiurético). Normalmente, uma grande quantidade de água que transporta os detritos é reabsorvida pela corrente sanguínea através dos rins. Se as proporções de água no resto do corpo forem muito baixas, o cérebro exigirá que os rins absorvam mais água do que o normal, fazendo com que a urina se torne mais concentrada.

Quando existe uma quantidade excessiva de sal no organismo, a reação do organismo é livrar-se dele, e para isso ele precisa de água. É por isso que a água do mar não mata a sede. Embora ela contenha água a porcentagem de sal é tão alta que se torna necessário beber mais água para eliminar o sal ingerido da primeira vez.

Desde que se beba água suficiente para compensar as perdas ao eliminar o sal, comer amendoim salgado e coisas semelhantes não causa desidratação; entretanto, beber álcool ao mesmo tempo não resolve o problema.

Sem comentários:

Enviar um comentário