Noivas  
Morar junto ou casar?
 Saiba qual a diferença entre união estável e o casamento e como escolher entre as duas opções
Muitos casais, após certo tempo de relacionamento, começam a se perguntar se deveriam apenas morar junto ou casar. Porém, a lei considera que união estável é “a convivência duradoura, pública e contínua, de um homem e uma mulher, estabelecida com objetivo de constituição de família”; sendo assim, morar junto já é considerado uma espécie de casamento na prática. A diferença maior entre os dois casos é a forma com que o casal vê sua relação. Há quem acredite que seja necessário assumir um compromisso oficial perante a sociedade para demonstrar seu comprometimento e há quem pense que morar junto dividindo a vida a dois já é o suficiente. Casar implica em custos, não necessariamente em custos de cerimônia, mas a oficialização em cartório é um investimento.

Existem casais que optam pelo casamento no civil por questões burocráticas, para que conste em seus documentos que a união é oficial e para que os filhos nascidos desta relação não tenham problemas com seus documentos, matrícula escolar e para que não fiquem na dúvida sobre o relacionamento de seus pais.
Em vista disso, alguns psicoterapeutas de casais acreditam que é importante fazer um teste antes de decidir tomar esta decisão tão importante e desafiadora na vida dos dois. Talvez o casal possa morar junto alguns meses antes de oficializar a união ou de se mudar definitivamente para uma casa juntos para detectar se é a hora certa para isso.

Em todo caso, é importante que se mantenha em mente o respeito às diferenças e a busca da harmonia entre os dois, pois cada um tem opiniões, hábitos e valores diferentes. Assim, evita-se que a convivência se torne um problema em face às dificuldades do dia-a-dia e que o casal acabe se afastando como consequência de problemas mal resolvidos.

A hora certa para morar com ele
Antes de juntar as escovas de dente é preciso analisar todos os prós e contras que envolvem a decisão

De qualquer forma, ao decidir morarem juntos, seja casados ou apenas vivendo na mesma casa; é preciso aprender a lidar com a rotina a dois, divisão de responsabilidades, inclusive das financeiras. É neste momento que se pode ter uma real idéia se o relacionamento pode ser duradouro ou não, pois durante o namoro a vida do casal é mais simples, pois se encontram em momentos determinados, dividem mais momentos agradáv

Quando se mora junto, algumas tarefas não são nada românticas na rotina de um casal, como pagar contas e dividir tarefas domésticas, por exemplo. É preciso ainda saber lidar com a falta de privacidade e os dias de mau humor, que acontecem com qualquer pessoa.

Ao mesmo tempo em que você pensa na possibilidade de poder dormir abraçada nele todas as noites, em cuidar um do outro, fazer tudo sem ter hora para voltar para casa, vem aquele friozinho na barriga e a dúvida: Será que é a hora certa para morar juntos?

Se está ou não na hora de juntar as escovas de dente, só você vai saber. Mas antes de tomar a decisão, é preciso levar em conta que algumas mudanças vão ocorrer e você precisa considerar os prós e os contras de morar com o namorado.


Quando se mora junto, algumas tarefas não são nada românticas na rotina de um casal, como pagar contas e dividir tarefas domésticas, por exemplo. É preciso ainda saber lidar com a falta de privacidade e os dias de mau humor, que acontecem com qualquer pessoa.

Por outro lado, as coisas boas em dividir a casa com o namorado podem fazer tudo valer a pena. Se você está vivendo este dilema, a dica é não ter pressa e analisar todos os pontos quantas vezes for preciso. A convivência na mesma casa pode sim ter sucesso, mas tudo depende de você e do seu namorado. Com muito amor, cumplicidade e tolerância é possível superar os pequenos problemas do cotidiano.

Mudar ou não o nome após o casamento?
Saiba porque alguns casais preferem mudar o nome após o casamento e outros não

Uma das dúvidas que surge na vida das mulheres antes do casamento é se elas devem ou não mudar o nome após o casamento. Antigamente, adicionar o sobrenome do marido era uma prática comum e inclusive obrigatória por lei, mas agora se tornou opcional e com uma diferença: o marido também pode adicionar o sobrenome da esposa se for de sua vontade. A decisão de escolher entre acrescentar ou não o nome do cônjuge ao seu realmente não parece ser a tarefa mais fácil. É uma escolha que envolve não só o casal, mas acaba sendo de interesse também das famílias. As mais tradicionais podem perceber a decisão da mulher de não incluir o sobrenome do marido ao seu como uma atitude negativa, como falta de compromisso e desinteresse em fazer parte da família.

Alguns casais optam por não mudar os nomes depois do casamento para manter sua identidade própria e encorajar o respeito à individualidade. Além disso, outro motivo que os leva a tomar esta decisão é o medo de que o processo seja muito burocrático e tome muito tempo ou que a mudança de sobrenome nos documentos cause algum problema também de ordem burocrática. Outros ainda têm uma visão diferente e preferem acrescentar o sobrenome do cônjuge apenas quando tiverem filhos.

Porém, ainda existem aqueles que fazem questão de incluir o sobrenome do marido ao da mulher ou até excluir o sobrenome de solteira da esposa para substituir pelo sobrenome do marido.

Essas mudanças ainda geram muita discussão, pois há quem acredite que mudar apenas o nome da mulher seja uma atitude de origem machista. Porém, há casos em que os dois acrescentam o sobrenome de um e do outro, para que essa atitude não seja vista de forma negativa, mas sim como um sinal de amor e compromisso entre os dois.

Mudar os documentos não é tão burocrático quanto parece e não precisa ser feito imediatamente após o casamento. Se o casal pretende passar a vida juntos, tomar algum tempo para fazer esta mudança não custará muito. Mas se os dois preferirem manter seus nomes de solteiro e se sentirem bem assim, não precisarão mudar nada em seus documentos.

É possível também voltar ao nome de solteiro após a mudança, caso se divorciem ou mudem de idéia a respeito do assunto; assim como também é possível acrescentar o nome do cônjuge após alguns anos de casamento. De qualquer forma, é importante que o casal converse para chegar a um acordo em relação a mudar ou não o nome após o casamento para que esse assunto não se torne um problema.

Exames pré-nupciais

Descubra por que é importante que os noivos passem por uma bateria de exames antes do casamento e saiba o que eles avaliam

Passar por uma bateria de exames antes do casamento deve ser uma prioridade na lista de providências a serem tomadas pelos noivos antes de começar a vida a dois. A orientação vale mesmo para casais que já têm uma vida sexual ativa e já moram juntos.

Isso porque o check-up nupcial é preventivo e tem por objetivo verificar as condições de saúde do casal, além de detectar possíveis problemas de fertilidade. Até alguns anos atrás, os exames pré-nupciais se resumiam a um ginecologista e um urologista para a realização de testes laboratoriais simples, como exames de sangue, urina e espermograma, que detecta se o homem e fértil ou não.

Hoje, eles estão mais sofisticados e completos, possibilitando um diagnóstico e tratamento precoce de doenças que podem comprometer futuras gestações.

O ideal é que o casal marque uma consulta com um ginecologista e um urologista de inteira confiança de seis a três meses antes do casamento. Para a mulher, os exames pré-nupciais incluem uma avaliação de prováveis fatores de risco para uma gestação, orientação sobre métodos contraceptivos e sobre como ter uma vida sexual saudável.

Para as pacientes que não são virgens, é preciso fazer o exame de Papanicolau, além de uma ultrassonografia transvaginal. Para as virgens, o recomendado é uma ultrasonografia pélvica por via abdominal.

Os exames de sangue são os mais comuns na avaliação pré-nupcial, porém muito importantes para detectar anemia, avaliar doenças infecciosas como hepatites dos tipos B e C, sífilis, AIDS, toxoplasmose e rubéola, além de identificar a tipagem sanguínea, verificar as dosagens hormonais e a ovulação.

Entram na lista do check-up pré-nupcial uma avaliação uma avaliação das vacinas que o casal já tomou, do histórico de medicamentos que cada um fez ou faz uso e dos vícios que sejam prejudiciais à saúde. Além disso, é preciso levantar os episódios de anomalias genéticas na família e se a noiva passou por aborto ou gravidez anterior.

Vale lembrar que os exames pré-nupciais não são obrigatórios, mas são o primeiro passo para o planejamento familiar e de extrema importância para os casais que pretendem ter filhos.

Como fazer lista de compras
Sugestões de como organizar sua lista de compras para poupar tempo e dinheiro no supermercado

Uma situação bastante incômoda é perceber que você precisa de alguma coisa que está faltando na despensa, como quando começa a cozinhar e percebe que acabou o sal. Para evitar que este tipo de situação aconteça, é importante saber como fazer a lista de compras.

Uma das formas de se planejar antes de ir ao supermercado, é fazer duas listas de compras. Em uma delas, você escreve praticamente tudo que já precisou e precisa em casa. Esta lista servirá como base para uma lista mais simplificada. Guarde-a em local de fácil acesso e adicione novos nomes à lista conforme você for adquirindo produtos diferentes para sua casa.

Com o auxilio da lista mais completa, faça uma lista simplificada para a compra do mês ou da semana, se baseando no que você tem ou não tem em casa. Procure prestar bastante atenção nos itens de uso raro ou que duram mais tempo para que você não se esqueça deles.

Para deixar a lista de compras mais organizada, separe os produtos em categorias. Uma sugestão de divisão em categorias é frutas e legumes, carnes e frios, limpeza, higiene pessoal, bebidas, alimentos em geral e outros. Você pode também separar sua lista de compras em categorias de acordo com a frequência que necessita destes alimentos ou de acordo com a duração destes produtos.

Outra forma de como fazer uma lista de compras é através do próprio site do supermercado onde você costuma comprar os produtos. Muitos supermercados já oferecem o serviço de compra online e através do site você organiza suas compras de diversas maneiras. Alguns ainda lembram suas marcas preferidas e mantêm um histórico das suas compras para auxiliar nas listas futuras.

Outra opção é fazer a lista de compras no computador. Assim você gastará menos tempo escrevendo, pois ela já estará pronta em um arquivo e você precisa apenas selecionar o que quer e imprimir.

Escolha a melhor forma de organizar suas compras, economize tempo e poupe dinheiro no supermercado. Assim, você se planeja melhor para não comprar algo que já tem e também para não correr o risco de faltar um produto necessário.Como arrumar uma mala de viage

Como arrumar uma mala de viagem

Aprenda como arrumar a mala de viagem corretamente

Na hora de viajar, arrumar as malas pode ser uma tarefa bastante complicada para muitas mulheres. Afinal, quando é preciso escolher o que levar, tudo parece ser indispensável e surgem dúvidas sobre o que é prioridade, o que pode ser deixado de lado e como acomodar toda a bagagem. Mas você pode aprender alguns truques simples para escolher seus pertences e aproveitar ao máximo o espaço de sua mala de viagem.

Arrumando e organizando a mala de viagem

Escolha modelos de mala de viagem com formatos que permitem acomodar melhor suas coisas. Os modelos de malas de viagem com rodinhas são mais prático, pois são mais fáceis de transportar. É aconselhável ter sempre uma bagagem de mão para carregar coisas que você usa no dia-a-dia como, por exemplo, escova de dente, remédios, maquiagem, cosméticos e absorventes. Lembrando que líquidos de higiene pessoal (shampoos, cremes, desodorantes) devem ser embalados em sacos plásticos para não ocorrer vazamentos. Os equipamentos eletrônicos, documentos, passagens e outros objetos de valor também devem ir à mala de mão.

Uma dica para escolher as roupas, evite levar as de tecidos muito pesados e fáceis de amassar, para não ocupar muito espaço na mala. Prefira as roupas versáteis e de preferência básicas, que podem ser usadas tanto durante o dia como à noite.
Dicas para arrumar a mala de viagem corretamente

Acomode os sapatos no fundo da mala, sempre embalados em saquinhos. Evite levar muitos tipos de sapatos iguais, leve apenas um modelo formal, um mais informal e uma sandália. Acima deles vão as calças. Para evitar que amassem, coloque sempre com as pernas para fora e só dobre em cima de tudo por último. Em seguida coloque paletós e casacos, virados do avesso, dobrados apenas uma vez. As saias e vestidos do mesmo jeito e camisetas e blusinhas, enroladas em cima.

Leve sempre uma sacola para colocar as roupas sujas, evitando misturar com as limpas As roupas íntimas e meias vão em saquinhos de tela e cintos, lenços, echarpes não fazem volume, por isso devem ser colocados nos vãos livres.

Leve poucos acessórios, mas que combinem com mais de uma peça e evite levar jóias de valor, opte por bijuterias. É sempre bom levar um kit costura para viagem junto por precaução. Personalize sua mala com algum adesivo ou fita colorida para que você a identifique facilmente.

DicasdeMulher

Como planejar a lista de presentes de casamento?
A lista de presentes é uma opção prática para os noivos e para os convidados do casamento, saiba como organizá-la

Fazer uma lista de presentes de casamento é uma opção prática para os noivos, que podem escolher os itens que realmente precisam e querem ganhar. A lista serve de ajuda também para que os convidados não percam tempo na hora de escolher e de comprar. Outra vantagem é evitar aquele monte de presentes repetidos.

A participação do noivo é muito importante na hora de planejar a lista de presentes de casamento. Afinal, os dois vão dividir a nova casa e nada melhor do que escolherem juntos o que terá dentro dela.

Hoje em dia, é muito comum os noivos deixarem a lista de presentes em lojas especializadas. Para quem pretende optar por esse serviço, vale seguir algumas dicas.

A primeira delas é escolher uma loja que tenha produtos de qualidade, saber sobre o prazo para entrega dos produtos, se o frete é grátis ou se é cobrada alguma taxa, que tipo de garantia noivos terão e como é a política de trocas da loja.

A loja escolhida precisa ter produtos que combinem com o casal. Por isso, outra boa dica pode ser montar a lista de presentes de casamento em mais de uma loja, escolhendo em cada uma apenas o que mais agradar.

Ao fazer a lista de presentes de casamento, o melhor é especificar os produtos desejados, inclusive citando cor, tamanho e outras características.

Conhecer o perfil dos convidados também é muito importante. Faça uma lista diversificada com várias opções de preços, assim quando os convidados receberem a lista, poderão procurar pelos presentes que se encaixam no valor que pretendem gastar. O ideal é que o casal prepare a lista com pelo menos dois meses de antecedência, de preferência antes da entrega dos convites. Liberar a lista de presentes em cima da hora é extremamente deselegante, pois muitos convidados podem precisar espremer o orçamento para presentear os noivos.

Não há um consenso sobre qual é a melhor maneira para informar aos convidados onde está a lista de presentes, mas tornou-se uma prática comum anexar ao convite de casamento um cartãozinho constando os nomes e endereços das lojas.

Na lista não podem faltar itens de cozinha, faqueiro, panelas, jogos de jantar, de café, de chá e de copos. Deixe para pedir os itens mais caros como geladeira, sofá, fogão para os padrinhos ou parentes bem próximos.

A lista de presentes de casamento traz apenas sugestões, é preciso deixar os convidados à vontade para oferecer presentes diferentes dos relacionados ou comprar em outro estabelecimento. Os presentes são sempre bem-vindos, mas o mais importante é partilhar com os convidados um momento tão importante na vida do casal.
DicasdeMulher

Maquiagem para viagem
Dicas para arrumar as malas e levar na bagagem somente os itens de maquiagem essenciais

As mulheres quando vão viajar, levam bagagem demais e às vezes acabam nem usando tudo. Além do excesso de roupas, calçados e acessórios, isso também acontece com a maquiagem. Por serem produtos delicados, com uma grande facilidade de quebrar ou derramar na nécessaire, é preciso escolher e levar na maquiagem para viagem somente o essencial.
O que levar?

Alguns itens de maquiagem são indispensáveis e devem ir com você para a viagem. Tenha sempre dentro da sua nécessaire produtos básicos para a preparação da pele. O primer tem a função de diminuir as imperfeições da pele e fixar a maquiagem por mais tempo, a base, pó compacto e corretivo deve ser no tom da sua pele e são ótimos para dar aqueles retoques durante o dia. O blush dá um efeito mais saudável para a pele.

Produtos como máscara para cílios, sombras, batons e gloss têm diversas opções e acaba sendo mais difícil de escolher o que levar na maquiagem para viagem. Uma dica é escolher as cores básicas e neutras que podem ser usadas em qualquer ocasião e combinam com qualquer look.

No caso das sombras, leve somente um trio de tons neutros como o marrom, bege, branco, preto, cinza e pelo menos dois tons de sombras ou pigmentos de tons mais coloridos de sua preferência.

Até três cores de batom é suficiente. Escolha um tom neutro, um mais fechado e outro mais chamativo. Leve também uma máscara para cílios, de preferência à prova d’água e lápis para os olhos nas cores preto e marrom.

Não se esqueça do kit de pincéis de maquiagem, opte por estojinhos menores. O curvex pode ser levado sem problemas, pois ele é muito útil.

O protetor solar também entram na lista de maquiagem para viagem e deve ser usado todos os dias, principalmente se a viagem for para a praia. Inclua ainda um creme hidratante, que é ótimo para não deixar a pele ressecada e o demaquilante, que deve ser usado sempre que for retirar o make.

Do Site: DicasdeMulher
  
Acompanhe sua gestação
 
http://www.clinicafgo.com.br/acompanhe_sua_gestacao.html

Sem comentários:

Enviar um comentário