SE TU FOSSES UM FAROL

 Se tu fosses um farol
No nevoeiro eu te via

Ao vento que te seduz
Tu dirias para me dar
Um pouco da tua luz
Para a minha alma brilhar

Ao sol que te encandeia
Pedirias seu calor
Para me dares amor
Nas noites de lua cheia

Ao longe, junto do mar
 Me mandavas um sinal
Para eu atravessar
E ir provar o teu sal

Voarias com o vento
Com asas de luz e cor
Guiarias com fervor
Ao leme, meu barco lento

Serias a minha luz
Meu reflexo, minha imagem
A alma que me seduz
A sede duma miragem

Sem seres farol,nem nada
Sem brilho, talvez sem cor
Eu me perdi meu amor
 Na tua alma iluminada


 

Sem comentários:

Enviar um comentário